Milla

Bette Davis

Foto do filme Now, Voyager

Para mim é a maior atriz que o cinema já conheceu. Se não a melhor atriz, mas a maior vilã. É considerada o patinho feio entre as atrizes de Hollywood, mas com um talento que faz muito mais do que qualquer rostinho bonitinho da atualidade, ou da época.

Quem não se lembra da ímpeta Jezebel que, para afrontar o noivo e a sociedade, se vestiu de vermelho para um baile e simplesmente por causa de uma cor de vestido foi praticamente banida da festa, ninguém se aproximava dela e o noivo, para responder a mesma altura valsa com ela, apesar do clamor de misericórdia que seus olhos lhe implorava. E que por causa de um vestido vermelho perde o amor de sua vida. Quem pode se esquecer de Regina Giddens, do filme The Little Foxes (Pérfida em português brasileiro), que assiste sem se mover à agonia do marido que sofria de ataque cardíaco até que ele beire a morte? Os olhos dela dizem tudo.

E quem consegue se esquecer de Baby Jane do filme “What Ever Happened With Baby Jane” (O que terá acontecido com baby Jane)? Nesse filme ela estrela com sua maior rival e inimiga: Joan Crawford. Para entender o nível de desafeto das duas a Bette Davis exigiu máquinas de Coca-Cola no camarim para implicar com Crawford, por ser casada com o donno da Pepsi. Bette Davis dizia que só fazia vilã, por ser na vida real, uma mocinha, ao contrário e Crawford que só fzia mocinhas, sendo na vida real uma vilã. Falava também que só teve um personagem o cinema com quem Crawford não teria ido pra cama: a Lassie.O diretor Albert Aldrich quis aborver o máximo dessa rixa entre as duas e conseguiu um criar um ambiente psicopata no filme. Dizem que Bette davis aproveitou as cenas que sua personagem batia na Crawford e judiou da diva.

Momentos Gossips a parte, o fato é que Bette Davis trabalho de 1931 a 1989 sem parar no cinema, muitas vezes gravando 3 a 5 filmes em um mesmo ano. O filme “Now, Voyager” (A Estranha Passageira), o qual tem cenas inclusive no Brasil, é um dos personagens da diva livre de vilania. Para mim, dos filmes que eu vi, ese é o que eu a vejo mais segura, madua e bela. E com olhar que já diz tudo que sua personagem sente ou pensa.

No dia 6 de Outubro de 1989 porém, a estrela deixa o cinema órfão do seu talento, das suas polêmicas, do seu veneno, mas também daquele olhar único e superior que suas pesonagens lançavam para a platéia.

Se você ainda não conhece Bette davis, se você não conhece nenhum dos filmes, então corra para o youtube e decubra que o cinema preto e branco tem muito a ensinar ao cinema da era das cores e dos efeitos especiais! Descubra os olhos da Bette Davis.

Eu sei que falei muito sobre os olhos de Bette Davis, mas é que eles são tão expressivo que na década de 1980 ela ganhou uma música interpretada por Kim Carnes, chamada “Bette Davis Eyes” (Olhos de Bette Davis). Abaixo vocês conferem a música com uma sessão de fotos dela. Divirtam-se!

Lyric

Her hair is Harlow gold,
Her lips sweet surprise
Her hands are never cold
She’s got Bette Davis eyes
She’ll turn her music on
You won’t have to think twice
She’s pure as New York snow
She got Bette Davis eyes
And she’ll tease you
She’ll unease you
All the better just to please you
She’s precocious
And she knows just what it
Takes to make a pro blush
She got Greta Garbo Stand off sighs,
She’s got Bette Davis eyes
She’ll let you take her home
It whets her appetite
She’ll lay you on her throne
She got Bette Davis eyes
She’ll take a tumble on you
Roll you like you were dice
Until you come out blue
She’s got Bette Davis eyes
She’ll expose you
When she snows you
Off your feet with the crumbs she throws you
She’s ferocious
And she knows just what it
Takes to make a pro blush
All the boys Think she’s a spy,
She’s got Bette Davis eyes
And she’ll tease you
She’ll unease you
All the better just to please you
She’s precocious
And she knows just what it
Takes to make a pro blush
All the boys Think she’s a spy,
She’s got Bette Davis eyes
She’ll tease you
She’ll unease you
Just to please you
She’s got Bette Davis eyes
She’ll expose you
When she snows you
(fade)

PS: Filmografia da Diva aqui!

O que terá acontecido a Baby Jane
  1. Lindissima a homenagem, mas acho que faltou um pouco de informações sobre ela, como quando ela nasceu, quando iniciou no cinema e sobre a vida privada da atriz. Li que a filha dela escreveu um livro contando que a mãe era uma megera. Uns dizem que ela quis se aproveitar do nome da Bete para ter mídia… Acho que faltou um pouco da Bete mulher e apareceu muito a Diva. Mas fora isso, adorei e me diverti com o video 🙂

  2. Pô, acho que ta legal assim, qm qr saber + olha no wikipedia. Ta maneiro o blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: